domingo, 2 de maio de 2010

Domingo em Sampa

Muitas nuvens hoje!E o interessante efeito de deixar os postes tombados e  os prédios tortos,coisa que  só o celular proporciona.



































Paróquia São Vito Mártir, no Brás.Achei esquisita, parece um edifício, não parece igreja.

Casinhas no Brás,um dos bairros que mais tem estes tipos de construções antigas.

Mercado Municipal.Só é bonito, mais nada.Entrei aí outro dia e achei muito sem graça além de caro..Esperava mais.Os famosos pastéis de bacalhau custam 10 reais, muito caro pra um pastel.Prefiro os de feira.

Região da 25 de março, onde o Milton Toshiba conhece bem, ele vive comprando bugingangas lá.Cor berrante no antigo solar, contrastando com os outros que estão caindo aos pedaços.

Lindo edifício antigo, na região central, perto da São João.

Esquina da Ipiranga com a São João.Famosa!


Ipiranga com a São João.

Mais um edifício antigo, bem preservado, na São João.

Parada pra almoçar na Liberdade e visitar a feirinha.

Ceú e nuvens refletidos no prédio da  faculdade Unip no bairro do Paraíso.
Voltando pra casa!

3 comentários:

Mára disse...

Fotos cheias de informações.Inclusive essa de onde Toshiba Sam faz suas comprinhas!hehehe
O bom do mercadão são as frutas secas, os queijos de qualidade e cereais!Frutas?caras demais.O restante é pra turistar um pouco mesmo!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ao fundo da primeira foto é o São Vito! Meu Deus, morria de medo de passar perto do local. Já tá vazio, mas ainda não demoliram né?

A paróquia São Vito realmente tem cara de prédio comum rs.

Adorei esses prédios antigos e que estão bem cuidados. Clássicos!

A velha Liberdade e a 25 de março. Rachei com seu comentário da foto rs.

Ficou bonita a foto com as nuvens refletidas. Parece que o prédio é transparente e as nuvens estão ao fundo. Lindo mesmo.

Adorei esse post, deu saudades

Leslie**** disse...

Alê, é o treme treme mesmo, tá em pé, e lacrado, é uma vergonha aquilo ainda estar de pé. não tem mais condições de ser habitado.é além de tudo horroroso, parece um caixote de abelhas!Se não demolirem, um dia vai ruir sozinho.
Beijo!